Carne de frango faz mal porque tem muito hormônio?

 

 

 

MITO: Carne de frango faz mal porque tem muito hormônio.

RESULTADO DA CHECAGEM:  Falso

 

Você come frango com hormônio? Sim? Não? Ficou em dúvida? Você não é o único!

Em uma entrevista de 2013 ao Programa do Jô, a jornalista Rosana Jatobá, uma entusiasta de temas voltados a sustentabilidade e vida saudável, disse a seguinte frase: “temos muitos aditivos e hormônios no frango e que isto é um problema”. Será que ela estava certa?

Mas o que diz a ciência?

A apresentadora se equivovou: a afirmação é Falsa!

Uma pesquisa encomendada em 2013 pela União Brasileira de Avicultura (UBABEF) identificou que 72% dos brasileiros acreditam que a carne de frango possui substâncias anabolizantes. O número comprova que este é um dos grandes mitos sobre nutrição que circulam nas conversas do dia a dia e nas redes sociais.

No Brasil carne de frango não tem hormônio adicionado. Desde 2004 existe no país uma instrução normativa do Ministério da Agricultura que proíbe a alimentação ou injeção de substancias que estimulem o crescimento ou a eficiencia alimentar das aves, ou seja, proíbe a utilização de hormônios na avicultura.

Vale lembra ainda que a regra é válida tanto para a produção convencional quanto para a orgânica. Ou seja, se você está no Brasil, não come frango com hormônio!

 

 

 

COMPARTILHEShare on Facebook7Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someone

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Até outro dia a opinião pública dizia que uma taça de vinho tinto por dia era um hábito saudável. Mas parece que desde a publicação ...

O debate sobre o uso de agrotóxicos no Brasil se aqueceu com um projeto de lei colocado em votação no último mês. Nesse mês, a DROPS ...

O debate sobre o uso de agrotóxicos no Brasil se aqueceu com um projeto de lei colocado em votação no último mês. Além de muitas ...

O debate sobre o uso de agrotóxicos no Brasil se aqueceu com um projeto de lei colocado em votação no último mês. Além de muitas ...

Fale com o especialista

Envie a sua dúvida.
Ela será respondida por
um de nossos profissionais.