O pão integral que você está comendo é feito com um ingrediente tóxico?

A azodicarbonamida é utilizada na fabricação de pães para embranquecer e fortalecer a farinha. O resultado é que o produto fica mais claro, fofo e elástico.

Porém uma postagem que viralizou no Facebook alerta os consumidores para evitarem pães contendo esse ingrediente.

E aí? Será que a azodicarbonamida é mesmo tóxica? A Drops checou.


QUEM DISSE? Post viralizado no Facebook1

QUANDO DISSE? 07/07/2015


O QUE DISSE?

 

#1: “Azodicarbonamida é banida em vários países, inclusive a união européia inteira.”

  

O uso da azodicarbonamida no preparo de alimentos é proibido na União Européia2, no Japão3 e na Austrália4. Já em países como Estados Unidos5, Brasil6, Canadá7 e China8, seu uso é permitido em quantidades controladas.

 



#2: “Na União Européia a azodicarbonamida não “serve nem para melhorador plástico.”

 

A União Européia importa uma quantidade estimada de 20 mil toneladas por ano9 de azodicarbonamida para uso industrial. O composto tem outros usos que não envolvem a comida. Pode ser usado para fazer com que plásticos e borrachas fiquem mais aerados, por exemplo.

 


#3: “A azodicarbonamida é usada para fazer o pão inchar mais e ficar molinho (…), pois quando aquecida a 200ºC ela libera gases (…). Só que estes gases são tóxicos, um deles é amônia.” 

 

Tecnicamente, quando você consome o pão, você não está comendo azodicarbonamida. Ela já foi quebrada, durante o tratamento da farinha, num composto chamado biureia.

A biureia é diferente da amônia mencionada na postagem. Enquanto a amônia é tóxica, a biureia não faz mal, e é facilmente excretada pelo corpo10.

A reação também pode produzir resquícios de outros compostos, como a semicarbazida. Alguns estudos com animais mostram que níveis altos de semicarbazida podem ser cancerígenos. Porém as doses necessárias para que o composto seja perigoso5 são muito maiores do que as pequenas quantidades que podem ser encontradas em pães.

Também é importante citar que nem a biureia11, nem a semicarbazida12, são  gases sob condições normais.

 


#4: “O consumo de azodicarbonamida no pão é perigoso.”

A agência americana FDA (Food and Drug Admnistration) assegura que o uso de azodicarbonamida como aditivo alimentar é seguro5, desde que se encaixe nos limites estabelecidos. No Brasil, a Anvisa6 também impões limites similares.

Segundo a FDA, a aprovação foi baseada na apuração de múltiplos estudos de segurança, incluindo estudos avaliando o consumo da substância por vários anos.

Já a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que a azocarbonamida pode apresentar riscos quando inalada2. Mas, isso só é um risco para a trabalhadores que lidam com grandes quantidades do material. E não se aplica a quem está comendo o pão, onde o composto já foi degradado, como discutimos anteriormente.

Ainda assim, há questionamentos se a substância é mesmo um irritante das vias respiratórias, já que há pouca evidência nesse sentido9.

 

 

 

Referencias (acesso em 04/07/2018):
  1. https://www.facebook.com/zecahue/posts/10153607844674152
  2. http://www.who.int/ipcs/publications/cicad/cicad16_rev_1.pdf
  3. http://europepmc.org/abstract/med/27784863
  4. https://www.acs.org/content/acs/en/molecule-of-the-week/archive/a/azodicarbonamide.html
  5. https://www.fda.gov/Food/IngredientsPackagingLabeling/FoodAdditivesIngredients/ucm387497.htm
  6. http://www.anvisa.gov.br/anvisalegis/resol/383_99.htm
  7. http://www.bakingassoccanada.com/Food and Nutrition Policy Revised/Azodicarbonamide Final.pdf
  8. http://dionex.su/en-us/webdocs/115360-AN-1106-LC-Azodicarbonamide-Flour-AN71266-EN.pdf
  9. https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0273230017302143
  10. https://pubchem.ncbi.nlm.nih.gov/compound/Azodicarboxamide#section=MeSH-Pharmacological-Classification
  11. https://pubchem.ncbi.nlm.nih.gov/compound/Biurea
  12. https://www.ebi.ac.uk/chebi/searchId.do?chebiId=28306

 

 

 

COMPARTILHEShare on Facebook165Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someone

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Potes plásticos usados para guardar alimentos, mamadeiras, copos infantis, garrafões de água mineral, alimentos enlatados são algumas ...

Muito utilizado na agricultura, o glifosato ganhou projeção mundial não só pelo seu uso na agricultura, mas também pelas controvérsias ...

O brasileiro consumiu em 2016 uma média 70 litros de refrigerante (diet e tradicional) per capita.[1] Porém, há alguns meses atrás uma ...

Segundo uma reportagem da BBC Brasil, a segurança do consumo de arroz está sendo questionada em alguns lugares do mundo. No Reino ...

Fale com o especialista

Envie a sua dúvida.
Ela será respondida por
um de nossos profissionais.