Excesso de vacinas pode ser prejudicial para crianças?

No Brasil o calendário oficial de vacinação de 2017 do Ministério da Saúde inclui 11  imunizações até a idade de 9 anos.

Em entrevista concedida ao portal UOL em 2015, a médica pediatra homeopata Liliane Azambuja, do Centro Clínico da PUC do Rio Grande do Sul, afirma que o excesso de vacinas é responsável pelo aumento dos casos de alergia.

Seria então o calendário de vacinas brasileiro excessivo e potencialmente prejudicial ao sistema imune de crianças?

Drops resolveu então checar sobre o assunto:

Afirmação: Excesso de vacinas pode ser prejudicial para crianças?
Checagem: Insustentável

O QUE DIZ A CIÊNCIA:

Crianças são expostas a centenas de substâncias estranhas que desencadeiam uma resposta imune todos os dias. O simples ato de comer introduz novos antígenos no corpo. Um estudo publicado na revista oficial da Academia Americana de Pediatria afirma que embora efetivamente tenha havido um aumento no número e nas doses de vacinas oficialmente recomendadas, as preocupações sobre a possibilidade de efeitos adversos não encontram respaldo na ciência pois o sistema imune infantil tem capacidade elevadíssima de resposta a antígenos.

O mesmo estudo diz ainda que a diversidade de receptores de antígenos indicam que o sistema imunológico pode responder a um número extremamente grande dos mesmos. Além disso, o número de antígenos recebidos por crianças durante a vacinação de rotina na infância diminuiu em comparação com várias décadas atrás. Isto ocorreu devido à novas tecnologias na formulação dos medicamentos e a substituição de algumas vacinas.

Alguns questionamentos também são feitos acerca da aplicação simultânea de mais de uma vacina. Sobre este assunto, o Centers for Disease Control and Prevention (CDC), entidade vinculada ao departamento de Saúde do governo norte-americano, afirma que inúmeros estudos comprovam que este procedimento é tão seguro e eficaz quanto aplicação de vacinas de maneira individual. Ainda segundo o CDC, além da eficácia, as principais vantagens de aplicar várias vacinas ao mesmo tempo são: menos visitas ao posto de saúde ou hospital, o que economiza tempo e dinheiro; e uma maior probabilidade de que o calendário vacinal seja completado. Além disso, quando é possível ter uma vacinação combinada – como para sarampo, caxumba e rubéola – menos injeções são aplicadas.

COMPARTILHEShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someone

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

O brasileiro consumiu em 2016 uma média 70 litros de refrigerante per capita. Há alguns meses atrás uma manchete do portal UOL acendeu ...

Uma bebida “mágica”, que pode curar quase tudo, desde problemas de digestão até artrite e câncer. Isto é o que muitos sites e blogs ...

A plataforma Drops irá aderir à ferramenta de fact checking (claim review) desenvolvida pelo Google. Isso significa que os links com ...

Quando os germes da doença entram em seu corpo, seu sistema imunológico começa a trabalhar.  Mas será que este trabalho acontece da ...

Fale com o especialista

Envie a sua dúvida.
Ela será respondida por
um de nossos profissionais.